Serviço de Inteligência da República de Kabinda [SIRKA]


O Embaixador da República de Kabinda

Sua Excelência Gabriel. B.Homem

Combatente activo  contra a corrupção levado a cabo pelo os chamados  Cabingólos e Cabingólas e os outros delinquentes- Zaíkós assim como os Cabi-congos  estrangeiros ao serviço do Presidente José Eduardo dos Santos,  chefe Supremo da corrupção no Continente africano, distribuidor de mercenários e cúbiçador declarado de vários países de Africa. Que Saibam que o futuro  tribunal da República future de Kabinda vai se ocupar de vocês.Estes traidores Cabingólos  e Cabingolas assim como os Zaíkós e Cabicongos  são verdadeiros analfabetos poliíicos manipulados pelo Eduardo dos Santos e os seus  regimes colonialistas  de Angola e de Kabinda, orquestrados e defendidos  pelo o governo Português. Vocês devem saber que um dia a de República de Kabinda será livre e que o Eduardo dos Santos poderá ser escorraçado pelo os activistas angolanos, atrvés de pedras  nas ruas.Povo de Kabinda, as  fotográfias  que estão  por baixo da minha,  não são politícos de Cabinda mas são pessoas que pretendem  ser presidents,  neste momento em que juntos deveriamos afrontar o inimigo que ocupa, mata e está robando as riquesas da nossa terra. Pois temos um  Presidente que tem estado a dirigir a nossa luta que é,a Sua Excelência    o senhor Nzita H. Tiagos.  Povo de Kabinda abrem os olhos para não serem enganados pelo os traidores Cabingólos, Cabingólas, Zaíkós, Cabicongos assim  como  os Cabinswuaílis, que estão a eriquecer-se a custa do povo mártir  de Kabinda.Enquanto os outros povos de Africa estão a libertar-se a custa de sacrifícios e sangue, os Cabingólos e seus composantes, estão a trabalhar sem vergonha, na condenação definitiva da terra deles e o próprio futuro dos seus filhos em troca, dos remanescentes pétro-dólar, para compra do pão

A Direcção da FLEC Estado, as Forças Armadas de Kabinda,  os Senadores do Parlamento Cabindês e todas as forças vivas de Kabinda garantem a continuidade da luta até a vitória final.

Viva à República de Kabinda! Viva à registência cabindesa! A Baixo os traidores! A todos  irmãos e irmãs do nosso pais, por favor  não deixarem  passar esses individuos  que dizem que são politícos da nossa terra, mas que afinal de contas,  inimigos ao mesmo titulo que os angolanos.Para confirmarem este facto,  basta  verem  que a luta no passado era dirigida contra os colonialistas  angolanos  hoje lutavamos contra três frentes:  a frente dos colonialistas angolanos, português e os Cabingólos com os seus componentes. Agora a luta será mais   perigosa. E  para ganharmos esta luta é preciso  que haja a união de todos os nacionalistas de Kabinda.Porque os amigos do  MPLA estão  prontos  a nos combaterem.

E este combate é facilitado  pelo os traidores mais conhecidos, conforme podem vé-los nas fotos.É preciso que sejamos vigilantes porque o Presidente José  Eduardo dos Santos tem estado a dar muito dinheiro aos traidores  através do governador de Kabinda, o senhor Mawuet.O objectivo deles, é de destruirem a luta do povo de Kabinda mas isso é impossível porque  só se pode destruir uma luta de libertação, quebrando à sua causa.E só se pode  quebrar uma causa, quando ela é injusta.Mas como à nossa causa é justa, o que o MPLA, Portugal e seus aliados imaginem fazer em Kabinda, é uma aventura.Viveu-se isso no Timor, Cabo-Verde, Angola, Guiné, Moçambique, S.Tomé e Principe, Macao, Juguslávia, em Portugal pelo SALAZAR, no Kossovo e mesmo recentemente no Sudão.As causas Justas, não podem ser vencidas.É impossível.

Vamos combater  esses Muswahils  juntamente com os Cabingólos e companhia que pretendem  sere da República de kabinda  impondo-nos as suas vontades de venderem Kabinda.  Nkoto Likanda está  fazendo  Leis para a segurança do nosso povo contra  todo  tipo  de ingerência estrangeira na luta de Kabinda. O governo da República de Kabinda deverá tomar conta d’ esses marginais que pretendem sabotar  o  sistema politíco da  noss luta e a vontade determinada do povo. De Kabinda .O Embaixador da República de Kabinda no Reino Unidos Gabriel B Homem estudou Direito e Politica na Universidade de Metro politan No Reino Unidos.  Não  estou contante com este sabotagem dos Muswahils e Cabingólos. O  artigo 3 da convenção  de     Genebra de 1951, define as regras para o  tratamento dos sabotadores  de uma causa justa como à nossa.

O Estado Angolano e o MPLA dirigido por José Eduardo dos Santos, faz papel de abuso de Directos Humanos em Kabinda. Como è, o caso da formação de groupos dos solidados da casa Militar, para assassinarem os Candas de noite.

Também , a formação dos groups traidores como o do Antόnio Bento Bembe, Aleixandre Tati, Antόnio Luis Lopez, Antoine Nzita filho do presidente da FLEC, Mangovo Ngoyo e Mingas groupo de 5; Que actualmente estão a exercer um grande trabalho de traição e tráfico do dinhero sujo.

O Muswahils Antoine Nzita, filho traidor do Presidente da FLEC não è natural de Kabinda; Ele è natural da Republica Democrático do Congo. O Presidente teve esse filho uma mulher congolse da tribu Baswahil que não existe em Kabinda. Este Antoine Nzita é traidor numero um em Kabinda.

O Segundo traidor e o mais famoso dos chamados Cabingόlos é o Antόnio Bento Bembe. O que é, que significa: Cabingόlos.

Cabingόlos sao os Cabindêses e Cabindêsas traidores que sem vergonha, recebem o dinhero do MPLA, traindo a causa de Kabinda. Estes ao service do inimigo vendem os trajecto dos valorosos combatentes das FAC nos maquis.

Vendem as informações, planos estratégicas da luta de Kabinda aos seu mestres. Traiem à morte,crianças homens e mulheres que no interior e exterior tentam contribuir pela cause da luta pela autodeterminação e independência de Kabinda.

Ofendem, maltratem, corrompedo assim os mais vulneráveis nas fileiras da Resistência etc. Mas o engracado é que um traidor mesmo aonde trabalha sempre continuara ser (Traidor), desta vez ao cabo.

A Formiga que acabou por morrer em cima de manteiga! estes  Cabingolas estão a causar problemas; Na Politica de Kabinda quando assistirem na noticia, Irão ver o que esta passar na Tunísia.! PARA UM BOM ENTENDEDOR, UMA PALAVRA- BASTA.

Hoje em dia António Bento Bembe e um lobo vestido de pele da ovelha; falso chefe dos Direitos Humanos de Angola em Kabinda tinha recebido missão de terrorismo no estado Angolano contra as populações de Kabinda.

Recebem ordens dos terroristas do MPLA para massacrar o nosso povo; mas também sabem que ponha a vidas deles interno em risco nas mãos dos Kabindas que um dia poderão ser julgado pelo os crimes cometidos.

VEJA OS ACTORS PRINCIPAIS QUE VENDEM  ESTADO DE KABINDA NAS MAO DO MPLA