É A CAUSA DE LIBERDADE POLÍTICA DO POVO DE CABINDA PARA O FCD E O FCC E SEUS MENTORES E ADEPTOS, UM NEGÓCIO

O FCC, irmão gémeo ou siames do Forum Cabindês p/ o Diálogo se predispõe à negociar ingénua e teimosamente, à margem da Flec e do Conselho nacional do povo de Cabinda (Nkoto – Likanda) mais um fracasso político, garantindo assim mais um seguro de vida ao regime de ocupação ilegal e ilegítimo de Cabinda (Contra o Tratado de Simulambuco e da vontade política do povo de Cabinda ).

Já basta o que basta do pão da Governadora Matilda Lomba os Cabinda Mas este pão do FCC, amassado pelo diabo, depois da experiência amarga e das lições do processo do FCD. Tenham paciência e juízo.

Haja decoro e dignidade política nesta selva  e buraco negro de Cabinda mergulhada na ignorância, cegueira política e do vale tudo . O povo de kabinda vai e deve resistir contra a sua menorização, e o desprestígio e o aproveitamento e aviltamento da resistência sagrada de kabinda contra a ocupação angolana.

O FDC E O FCC DIVIDEM E CABINDA E DESACREDITAM CABINDA, A S/ RESISTENCIA  E ACEITAM E DEFENDEM PARA CABINDA, O DIÁLOGO SUBMISSO E ENVERGONHA DO TAL COMO O MPLA E ANGOLA.

A FLEC / CONSELHO NACIONAL DO POVO DE CABINDA UNE E PROJETA COM AMBIÇÃO E DIGNIDADE POLÍTICA A RESISTENCIA E O DIÁLOGO INTERNACIONAL E INDEPENDENTISTA.

FRENTE DE LIBERTAÇÃO DO ESTADO DE CABINDA

FLEC

(CONSELHO NACIONAL DO POVO DE CABINDA)

NKOTO – LIKANDA

 

INFORMAÇÃO SOBRE A NOVA ESTRUTURA DA FLEC

 

COMISSÃO EXECUTIVA DA FLEC (CEF) / É O GOVERNO REVOLUCIONÁRIO DE CABINDA NO EXÍLIO (GRCE) NA SUA VERTENTE FUNCIONAL DIVERSA DA VERTENTE FORMAL.   

1.    PRESIDENTE EXECUTIVO (PEF)

2.    SECRETÁRIO – GERAL (SG)

3.    SECRETARIO EXECUTIVO (SEF)

4.     DEP. DA ORGANIZAÇÃO DO MOVIMENTO (DORG)

5.    DEP. DA DEFESA E RESISTENCIA ARMADA OU DA DEFESA (DRA/ DD)

6.    DEP. DO INTERIOR NACIONAL (DINA)

7.    DEP. DOEXTERIOR (DEX)

8.    DEP. DA COMUNICAÇÃO TECNOLOGIADS DA INFORMAÇÃO / MOBILIZAÇÃO E PROPANGANDA (DCTI/ M&P)

9.    DEP. DA ECONOMIA E FINANÇAS (DEF)

   10.DEP. DA SEGURANÇA DO ESTADO (DSE)

 

CABINDA 01 DE FEVEREIRO 2014.

 

A DIRECÇÃO POLÍTICA

 

O PRESIDENTE EXECUTIVO (PEF)

 Cabinda, 21 de Abril de 2014

 

FLEC