Especialistas da saúde desconhecem as verdadeiras causas dos desfalecimentos.

Uma onda de desmaios voltou a assombrar as escolas primárias na cidade de Cabinda.
De acordo com indicadores obtidos nos principais centros hospitalares da província, mais de 200 crianças deram entrada nesta segunda-feira, 13, na sua maioria adolescentes.
Até ao final do dia os especialistas da saúde não tinham conseguido determinar as verdadeiras causas desses desmaios. Alguns alunos que desmaiaram, descreveram sintomas comuns de tosse e dores de garganta, inflamações oculares e falta de ar. Os primeiros casos foram reportados na semana passada, envolvendo alunos da escola primária Barão de Puna. A situação, contudo, agravou-se esta segunda-feira envolvendo alunos de outras escolas.O correspondente  em Cabinda, Manuel, tentou sem sucesso contactar as autoridades provinciais da saúde sobre a situação.