AS SEMENTES DA RESISTENCIA PATRIÓTICA E DA LIBERDADE E INDEPENDENCIA DE CABINDA ESTÃO LANÇADAS E A GERMINAR NO SOLO FERTIL DO SANGUE DOS MELHORES FILHOS DA NAÇÃO DE CABINDA

O MPLA E O GOVERNO DE ANGOLA DEVE, VAI TER QUE NEGOCIAR COM A FLEC E NÃO COM AS SUAS CRIAÇÕES DE FCD (BENTO) E FCC (BELCHIOR)

Em nome dos saudosos filhos da nação e da pátria de Cabinda, Amândio Fernandes, Pedro Benz, Ambrósio Sambo, Pedro Puna, Paulo Baveca, Comandantes Luís Gomes Lourenço (Loló) Augusto Gabriel Nhemba (Pirilampo), Bissafi, José Pambu, Jorge Capita, Tomé, Fuca, Eduardo Tembo, Augusto Kasa Lombo, José Marcos Chicaia, Rafael Ngaka, Bandumba, Estêvão Loka, Lelo, Paulo, David Cumbo, Mombo Nvula, Povo, Cebola Mazunga, Bilendo, Alexandre Tati, Capita Chincanda, David Zau, João Gomes Dia & Noite, Sebastião Chingola Barros, José Mantandu Brás, Mateus Fernando, Francisco Bungo, André Dica, Paulino Madeca, Brito Mayamba, José Tibúrcio, Decola, Júlio, Francisco Machado, Pascoal Bacambana, Faustino Builu, Romeu, Fragoso Adolfo Edgar Mavungu, Francisco Lubota, Luís Ranque Franque, Alfredo Ngoma, Estanislas Kimbacala, Danette, Ximbuca Barros e de milhares de jovens, mulheres, crianças e velhos que são foram vítimas nos campos de refugiados, em Cabinda, nas prisões de Angola, nos Congos e do dos demais anónimos e presos e perseguidos pelo regime de ocupação e colonização de Cabinda, em nome da providencia divina que trabalha por Cabinda, e da união e da unidade nacional, da exigência e da responsabilidade política da Frente de Libertação do estado de Cabinda reunida no âmbito do Conselho nacional do povo de Cabinda e ainda em nome da independência de Cabinda que a Flec declarou a 4 de fevereiro de 2011, na união Europeia, em Bruxelas, a direcção política da Flec pede aos Cabindas próximos do regime do mpla e do Forum Cabindês para o diálogo e do Forum Consensual para Cabindês para não atrapalhar nem desprestigiar o processo internacional, credível de resistência e de diálogo independentista encetado desde 1963 pela Flec.

 

 

Cabinda, 21 de Agosto de 2014

 

FLEC

CONSELHO NACIONAL DO POVO DE CABINDA

COMISSÃO EXECUTIVA (CEF/GRCE)

DCTI/M&P

E. NGUIMBI