MESMO ACREDITAMOS ACONTECERÁ AOS CABINDAS

February 1, 2016

QUE FORAM FORÇADOS A EMIGRAR PARA ANGOLA NO PROCESSO COLONIAL
E   COLONIALISTA   DE   MISGENAÇÃO   E

GENTRIFICAÇÃO DE CABINDA POR RAZÕES   E OBJECTIVOS

ESTRATÉGICOS   DE   OCUPAÇÃO   NA   ERA   TRANSACTA   DO

PETRÓLEO DE (SANGUE) DE CABINDA.

ESTA POSIÇÃO DE VANGURADA, É OPONÍVEL  Á TODOS AS

FORÇAS     DE   BLOQUEIO,   A   TODAS   AS   FORÇAS   DA

RETAGUARDA   E   DE   TESES   INTEGRACIONISTAS   DE   ANGOLA

QUE VISAM NADA MAIS DO  O STATUS QUO.

DEFENDEMOS   UM   PROCESSO     DE   TRANSIÇÃO

INTERNACIONAL, INCLUSIVO, PASÍFICO , EMNACIPALISTA OU

INDEPENDENTISTA QUE COMEÇE EM 2017 CONDUZIDO POR

UM GOVERNO DE TRANSIÇÃO DE CABINDA (GTC) SOB  SOB A

ORIENTAÇÃO POLÍTICA DA AUTORIDADE DE CABINDA LIVRE

(ADCL) OU (ACL).

POR   DECISÃO   DO   CONSELHO   NACIONAL   DO   POVO   DE

CABINDA ( NKOTO – LIKANDA) E POR VONTADE DO POVO DE

CABINDA,   CABINDA   SERÁ  UM   REINO   UNIDO   OU   UMA

REPÚBLICA   FEDERAL   DE   CABINDA   COM   CAPITAL   POR

DETERMINAR NO CENTRO DO PAÍS NAS MARGENS DO RIO

CHILOANGO.

A FLEC REPUTA FUNDAMENTAL REVERTER A SITUAÇÃO DE

CABINDA DE FORMA AQUE  IMPERE O PRIMADO DA RAZÃO E

DA JUSTIÇA E DE UMA NOVA ORDEM POLÍTICA, QUE RESGATE

A DIGNIDADE POLÍTICA DO TERRITÓRIO DE CABINDA E PÕE

FIM   Á   INJUSTA   E   ILEGÍTIMA   OCUPAÇÃO   ANGOLANA   DE

CABINDA DE 1975.

A   FRENTE   DE   LIBERTAÇÃO   DO   ESTADO   DE   CABINDA   /

CONSELHO   NACIONAL   DO   POVO   DE   CABINDA   (NKOTO   –

LIKANDA) FLEC FEZ CHEGAR UM PROGRAMA DE TRANSIÇÃO

PARA  O  TERRITÓRIO  DE  CABINDA  A S.  E. BAN  KI  MOOM,

SECRETÁRIO – GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS PELO GABINETE

DA EX- ALTA COMISSÁRIA DAS NAÇÕES UNIDAS , A SRA NAVY

PILLAY, PARA OS DIREITOS HUMANOS EM GENEBRA EM 2012.

QUE   DE   RESTO   ESTEVE   EM   ANGOLA.   E   COM   IGUAL

DILIGÊNCIA   FEZ   CHEGAR   Á   SUA   SANTIDADE   O   PAPA

FRANCISCO   UMA   CARTA-EXPOSIÇÃO   SUCINTA   MAS

COMPLETA   E   EXPLÍCITA   DO   ESTADO   E   DA   SITUAÇÃO   DO

PROCESSO   DE   CABINDA,   TAL   COMO   PROCEDERA   EM

RELAÇÃO Á COMISSÃO EUROPEIA E Á COMISSÃO AFRICANA

SOBRE   O   TEMA   DE   CABINDA   QUE   ANGOLA   INSISTE   EM

ENTERRAR,   COM   TANTAS   MANOVBRAS   POLÍTICAS   DE

BASTIDORES   E   TANTO   RUÍDO   MEDIÁTICO   QUE   JÁ   NÃO

COMOVEM   OS   ANGOLANOS,   NEM   CONVENCEM   A

COMUNIDADE   INTERNACIONAL,   PELO   CONTRÁRIO

DESPERTAM   AS   CONSCÎENCIAS   PÚBLICAS   NACIONAIS

NACIONAL DE ANGOLA AO MESMO TEMPO QUE REFORÇAM

·         E   CONSOLIDAM   A   LENDÁRIA   E   FORTE   CONVICÇÃO   E

·         DETERMINAÇÃO   DO   POVO   DE   CABINDA   NA   SUA

·         EMANCIPAÇÃO POLÍTICA MEDIATA ( INDEPENDENCIA TOTAL).

·         CABINDA, 01 DE FEVEREIRO DE 2016.

·         A DIREÇÃO DA FLEC

·         CONSELHO NACIONAL DO POVO DE CABINDA ( NKOTO –

·         LIKANDA)

·         GOVERNO   REVOLUCIONÁRIO   DE   CABINDA  NO   EXÍLIO,  DE

·         UNIDADE PATRIÓTICA

·         PRESIDENTE EXECUTIVO

·         Stephane Barros

 

Mensagem dum Combatante da FLEC Nkungu Nsika

December 28, 2015


Muito bom dia, irmãos e compatriotas.

Antes de tudo quero agradecer à todos que de uma forma ou de outra têm
mantido a chama da revolução cabindesa acesa. Começamos hoje a última
semana de 2015, Ano em Cabinda completou 40 anos de ocupação angolana.
Convido a todos de fazerem uma retrospectiva da nossa história e
refletirem sobre os ganhos e perdas, desde o inicio da luta armada até
hoje.
Se acharem que realmente temos conquistado vitórias com as formas de atuar
até agora, isso s...


Continue reading...
 

 

F A K

Forças Armadas de Kabinda

 

SIRKA

Serviço da Inteligência da Republica de Kabinda

 FLEC / FLEK

radio.mp3

Make a Free Website with Yola.