Militantes sunitas atacam principal refinaria iraquia

July 24, 2014


Recontros entre as forças de segurança iraquianas e militantes sunitas na maior refinara do país, a norte de Bagdad, danificam o complexo. Teerão afirma que Irão irá proteger os locais santos para os sunitas no Iraque
Um responsável da maior refinaria petrolífera na cidade de Beiji, 200 quilómetros norte de Bagdad, refere a ocorrência de recontros entre forças de segurança e militantes sunitas que controlam agora três-quartos das instalações. Os militantes entraram na cidade há vários dias, mas retiraram depois.

A TV Asharqiya noticia que os militantes atacaram a refinaria de Beiji, onde infligiram prejuízos. O canal acrescentava que os trabalhadores estrangeiros tinham sido evacuados terça-feira do complexo.
 
Qassem Mohammed Atta porta-voz militar iraquiano insiste que as forças governamentais rechaçaram o ataque à refinaria, apesar da afirmação ser disputada por testemunhas.
 
O General Atta, a face mais visível do exército iraquiano, afirma que os militantes sunitas do estado islâmico do Iraque e do Levante – ligado à al-qaeda, conhecido pela sigla ISIL envergam agora roupa de mulher em Talafar no que descreveu “sinal de desespero e derrota.”
 No seu discurso televisivo seminal, o primeiro-ministro al-Maliki, atacou quase todos os seus rivais e adversários sunitas a quem acusou pelo conflito. Segundo ele os militantes da ISIL juntaram-se aos membros do derrotado partido Baath, do antigo presidente Saddam Hussein, para ameaçar a unidade e criar uma guerra sectária. E acusou mesmo as potências regionais como a Arabia Saudita e o Qatar de ajudarem os militantes da ISIL e políticos sunitas locais de tomarem parte numa “tentativa de golpe orquestrada no estrangeiro”.
 
Maliki advertiu que um conflito sectário iria alargar-se aos vizinhos estados sunitas, e destruir também esses estados.
 
Pelo seu lado o ministro dos negócios estrangeiros saudita Saud al-Faisal, acusou Maliki de ser ele o próprio responsável por criar um conflito sectário acrescentando que o conflito na Síria apenas agravou a situação, ameaçando a estabilidade, criando uma ameaça de guerra civil com graves consequências regionais.
 
Os Estados Unidos apelaram a Maliki que faça um compromisso com os seus adversários sunitas e crie um governo de inclusão. Nas últimas eleições, Maliki teria ganho assentos parlamentares em número suficiente para formar um novo governo. Contudo, os seus opositores acusam-no de ter manipulado os resultados eleitorais.
 No vizinho Irão, o presidente Hassan Rouhani insiste que o seu país não hesitará em intervir para defender os lugares santos xiitas no Iraque. 

 

Unita prepara criação de televisão digital

July 11, 2014


Isaias Samakuva diz ser esta a forma para contornar a exclusão a que está sujeita a Unita pela imprensa estatal. 
A Unita quer criar um canal de Televisão digital nos próximos meses. A confirmação foi feita à no exterior em entrevista exclusiva pelo próprio presidente do partido Isaias Samakuva O líder da Unita explicou que o seu partido já não aguenta mais a exclusão que sofre nos órgãos de comunicação social estatais e por isso urge a criação de um canal de televisão para ...


Continue reading...
 

Israel's Gaza Offensive Continues

July 11, 2014


Fighting intensified as Israel continued its Gaza offensive for a fourth day Friday, with Palestinian militants continuing rocket attacks on the Jewish state and rocket fire coming from Lebanon for the first time. 
A rocket fired from Lebanon into northern Israel early Friday drew retaliatory artillery fire from Israeli troops.  The rocket, launched around 6 a.m. local time, struck an open area near Metula at Israel's northernmost tip without causing casualties or damage, the AFP news agency r...


Continue reading...
 

Síria: Assad faz primeiro discurso em público desde Junho passado

January 7, 2013

O presidente sírio, Bashar al-Assad, proferiu hoje um raro discurso em público reafirmando que apoiava uma solução política para a guerra civil no seu país mas denunciando paralelamente as forças da oposição que apelidou de “terroristas” e apelando à população para que lute contra elas.

O seu primeiro discurso à nação desde Junho passado foi proferido perante uma multidão de apoiantes reunidos na Ópera de Damasco.

Na ocasião Assad disse que estava preparado para realizar u...

Continue reading...
 

Pyongyang ameaçou reduzir Seul a cinzas

April 25, 2012

Foto: AP

A Coreia do Sul parece ter levado a sério a recente ameaça proferida por Pyongyang.

A polícia sul coreana aumentou as patrulhas ao redor de nove meios de comunicação social conservadores em Seoul após a Coreia do Norte ter ameaçado realizar em breve uma acção militar especial através de meios e métodos sem precedentes.

O governo sul coreano referiu estar preocupado com a ameaça de reduzir a cinzas em poucos minutos, a base de apoio do presidente, incluindo vários...


Continue reading...
 

Categories

Make a Free Website with Yola.