Analistas antevêem dois anos difíceis para o presidente Obama. 
As projecções no fecho das urnas apontavam para a vitória dos republicanos nas eleições intercalares desta terça-feiram 4 de Novembro. Os republicanos já dominavam a Câmara dos Deputados e agora passam a ter a maioria no Senado, o que vai dificultar e muito os dois últimos anos do mandato do presidente de Barack Obama.
Esta vitória derruba o equilíbrio do poder existente desde 2006 quando os dois partidos dividiram as duas câmaras do Congresso. Nas primeiras reacções, os republicanos indicaram que estão dispostos a trabalhar com o presidente Obama na recuperação da economia, no respeito das liberdades e na criação de empregos, mas avisam que vão lutar contra o seguro de saúde conhecido por “Obamacare”. Para vencer no Senado, os republicanos assumiram lugares anteriormente dominados por democratas em  Iowa, Colorado, Montana, Dakota do Sul, Arkansas, West Virginia e Carolina do Norte.

Na Câmara dos Deputados, os republicanos ampliaram a sua maioria. Com esta vitória, o Partido Republicano ganha um grande impulse para as eleições presidenciais de 2016, apesar da indefinicação quanto aos presidenciáveis