Obama diz não ter projecto para visitar Havana, mas espera ver "como as coisas evoluem".
A Administração americana não exclui uma visita do presidente cubano Raul Castro a Washington, segundo admitiu o porta-voz da Casa Branca Josh Earnest.
"Não está nada previsto nesta fase (...), mas eu não excluiria uma visita presidencial", disse Earnest, adiantando também que se Obama “tiver uma oportunidade para ir [a Cuba], não a deixará passar".
Os comentários do porta-voz da Casa Branca foram feitos depois que Barack Obama e Raul Castro anunciaram, em Washington e Havana, respectivamente, o reatar das relações diplomáticas entre os dois países interrompidas desde 1961.
Sobre o mesmo assunto, em entrevista à cadeia televisiva ABC News, Obama afirmou que de momento nada está previsto. “Não tenho um projeto sobre isso, mas vamos ver como as coisas evoluem", disse o Presidente norte-americano