O plano prevê silenciar as armas em zonas de conflitos até 2020 e erradicação da pobreza em 2025, com maior envolvimento da mulher.