Desconhece-se ainda as razões das prisões
As autoridades na Lunda Norte libertaram 19 pessoas recentemente presas.Algumas delas estão ligadas a uma das facções do Movimento do Protectorado das Lundas, uma organização que luta pela autonomia da região. A Administradora Municipal do Lukapa, na província da Lunda Norte Isabel Pascoal Gregório é acusada de mandar deter 17 homens, duas meninas e um menor.

A  acusação é de Jota Filipe Malakito, presidente duma das alas do Protetorado das Lundas. “A senhora administradora Isabel Gregório  levou ao bairro um grupo de polícias, e raptaram um número de pessoas, incluindo duas senhoras e um menor,” disse ele afirmando que as mulheres presas pertenciam á ala feminina da sua organização. soube em Luanda que todos já foram libertados.
Não foram dadas razões para as detenções