Tribunal provincial Luanda notifica advogados das acusações contra os activistas.

Os advogados da defesa dos jovens activistas do autodenominado Movimento Revolucionário foram notificados nesta quinta-feira, pelo Tribunal Provincial de Luanda,  que os seus constituintes foram indiciados pelo crimede atentado contra o Presidente da República, o Governo de Angola e de Actos preparatórios de rebelião.
imediata dos acusados  por excesso de prisão preventiva. No mesmo processo respondem também as jovens Rosa Conde e Laurinda Gouveia, que aguardam o julgamento em liberdade. O advogado Zola Bambi, da associação Mãos Livres,revelou que a sua equipa também vai recorrer da acusação pelos mesmos motivos. Os jovens activistas encontra-se presos desde Junho passado e muito recentemente o Tribunal Supremo negou o pedido de habeas corpus exigido pela defesa.